Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pilhagem!

Perdidos na névoa densa, tarde escusa,
Olhares famintos que espreitam desavisadas,
A boca, de seca, começa a salivar em ritmo,
Batimentos acelerados pelo o que mal se vê,
Vultos passantes, estrelas perdidas, sons...
Perdigueiros...
Nas mais feias que bater em mãe,
Desatinados...
Nas trapizônicas de plantão,
Almofadinhas...
Nas peruas escandalosas,
Safos & dementes...
Nas clementes & lunáticas,
Corsários...
Nas demais com essas exceções:
Nada de menores & nenhum assassínio,
Para cada festim, sempre uma boa paga...
A névoa é companheira, a Lua é cúmplice,
Que se comece o regalo...
Daqui a uma semana, todos de volta!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 13/10/2006
Reeditado em 15/10/2006
Código do texto: T263219
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120249 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:56)
Peixão