Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Louvação aos Mestres

Para o professor, no seu dia(15/out)

                        1

Ensinar, formar, repetir,
Transbordar o coração,
Projetar-se, identificar-se,
Plantar rosas, colher espinhos,
Deter lágrimas e sorrir...
Encanecer repetindo-se,
Buscando novos caminhos,
Cultivando eternas ilusões,
Ganhando afeições definitivas,
Tal é a vossa ingrata e grata missão...

                        2

Mestres das letras primeiras,
Das cartilhas e folguedos,
Do pensamento sisudo
Das ciências intrincadas
Luzindo mentes no breu,
Formando caracteres
E produzindo esculturas
No cultivo da mente e corporal
(“Mens sana in corpore sano”),
Participais do milagre da maternidade,
Dos arroubos de paternidade,
Da divindade da criação.

                        3

Sofreis a ingratidão do mundo,
No anonimato das salas
E não cedeis ao peso das cãs, e das rugas,
E do cansaço,
No caminho interminável para a luz.

                        4

Vossa incansável freqüência nem se nota,
Mas vossa falta é um desastre
Numa escola
E em toda a vida.

                        5

Louvado seja o vosso trabalho!
Louvada seja a vossa existência!
Louvada seja a vossa esperança vertical!
Porque amenizais o mundo,
Porque adoçais os espinhos,
Porque os transformais em rosas!

                        6

Na memória do tempo
Haveis de ficar,
Porque fica o valor,
Porque fica o amor,
Que triunfa sobre as coisas terrenas.

(In “Mea Culpa”, Ed Codpoe, Rio/RJ, 1989)



Cleverson da Silva Gomes
Enviado por Cleverson da Silva Gomes em 13/10/2006
Reeditado em 07/12/2006
Código do texto: T263607
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Cleverson da Silva Gomes
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 86 anos
10 textos (651 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:58)
Cleverson da Silva Gomes