Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Evocação

Se penso em ti, o verbo se liberta.
 
Irrompe, cristalino, em água pura
 
que dessedenta, em êxtase e loucura,
 
febril, a minha boca entreaberta.
 
 
 
A minha sede de alma que mitigas...
 
E quero-a gota a gota mitigada,
 
para te ter em mim tão prolongada
 
que nunca mais de mim partir consigas...
 
 
 
E seres a minha alma casta e linda,
 
sonhar-te sempre assim mulher-menina,
 
enleio que esvoaça em cor e luz...
 
 
 
E que depois do fim te veja ainda,
 
encandeado em cor e tremulina
 
e sempre a bendizer a minha cruz...
 
 
 
 
Viana do Alentejo * Évora * Portugal
José Augusto de Carvalho
Enviado por José Augusto de Carvalho em 20/06/2005
Código do texto: T26373
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Augusto de Carvalho
Portugal, 79 anos
182 textos (7605 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:39)
José Augusto de Carvalho