Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PALAVRAS


Elas riem dos poetas
que as perseguem sem tréguas.
Escondem-se nos dicionários,
nos velhos livros sem capa.
Brincam de pegar
escondem-se atrás do mofo
deixando o poeta enlouquecido,
embriagado de idéias
e sem idéia nenhuma.
Elas são perversas,
sutis, enigmáticas,
inexistentes.
Como as mulheres,
deixam saudades
nos poetas persistentes
e são hoje e eternamente
as mais iluminadas,
as mais lidas,
as mais amadas.
Rosa Dias
Enviado por Rosa Dias em 13/10/2006
Código do texto: T263835
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Rosa Dias
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 59 anos
39 textos (6703 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:43)
Rosa Dias