Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quem avisa, amigo é.

Quem avisa, amigo é.
================ErdoBastos

És um ser escuso
Que em desvãos vegeta
Nos cantos escuros
Tua alma penetra
Becos inseguros
Não se importa se afeta
A  sentimentos puros
E te dizes  poeta?
Maldito ser obscuro!
Forma torpe e abjeta
De pensar imaturo
Te renego, ó cruel  Profeta!
Profetizo o mal, é no teu futuro!
Se tua mente arquiteta
Algum golpe impuro
Tua falha é certa
Isto, eu te asseguro!
Desiste de mim, me “deleta”!
Entre mim e teu ego mal, há do amor o muro.
Se tentares pula-lo, lanço minha seta!
E em lugar do olho, te restará um furo.
A verdade,  eu te garanto, é esta.
Voa pra longe, ave de mau augúrio!
Que a quem é do bem, o mal não molesta!
Tenho do amor a força, a me servir de escudo
E esta Fé me protege de tudo que não presta.
ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 14/10/2006
Reeditado em 14/10/2006
Código do texto: T263925

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36903 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:40)
ErdoBastos