Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Bolero

Bolero
======ErdoBastos

Se de instrumentos despida
e insuficiente te sentes
lembra tua própria vida
e não espera presentes.

Dispensa o fel, joga fora.
Livra-te desta podre parte.
Pra quem de ti se enamora
tu assim, já és a própria arte.

Sem pena, buril ou cinzel
Coberta só pelo brilho da lua
Vestida apenas de luz, sem fel
Tu és assim a poesia nua

Ama, que o sofrer não te afeta
Livra-te a alma do desencanto
Não sofre mais, linda poeta
O amor vem vindo, e vai secar-te o pranto.

==========================================
Poema escrito com inspiração no poema "FADO"
da poeta   Helena Cirelli Guedes,   a quem desejo
homenagear pelo talento, e agradecer pela amizade
que me dedica e com a qual muito me honra.

http://www.recantodasletras.com.br/poesias/213730
==========================================
ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 14/10/2006
Reeditado em 14/10/2006
Código do texto: T263933

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36907 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:29)
ErdoBastos