CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DOS PODRES

UMA PARÓDIA DA MÚSICA "PRA NÃO DIZER QUE NÃO FALEI DE FLORES" ( GERALDO VANDRÉ ).

Caminhando e pensando
Sem achar solução
Somos tão desiguais
Armados ou não
Nas escolas, nas ruas
Campos, construções
Caminhando e pensando
Sem achar solução.
Há soldados armados
Marginais, cidadãos
Militar corrompido
E políticos ladrões
A história os ensina
Antigas lições
Quem morreu pela pátria
Só viveu sem razão

O Vandré nos disse:
"Esperar não é saber".
Mas ninguém fez a hora
Esperou acontecer...

O país sem plantio
Sem arroz, sem feijão
Incentivo fiscal
Para importação
O planalto esquece
De dar proteção
Para o agricultor
Que engrandece a nação
No senado os gigantes
No orçamento os anões
Deputados, partidos
Engrossando cordões
Roubam tanto dinheiro
Que destroem gerações
De um povo ordeiro
Que elege os ladrões

O Vandré nos disse:
"Esperar não é saber".
Mas ninguém fez a hora
Esperou acontecer...

Depois de vinte anos
Sem haver eleição
Vejo tanto exilado
Que sofreu repressão
Hoje está no poder
Corrompido e ladrão
Esqueceu o ideal
Que o impeliu para a ação.
Se houvesse verdade
Se houvesse razão
Se houvesse caráter
Se houvesse união
E se cada político
Fosse um bom cidadão
O Brasil já seria
Uma grande nação.

O Vandré nos disse:
"Esperar não é saber"
Mas ninguém fez a hora
Esperou acontecer...

Marsoalex
Enviado por Marsoalex em 28/11/2010
Reeditado em 28/11/2010
Código do texto: T2641645

Comentários

Sobre a autora
Marsoalex
Itaboraí - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
339 textos (7220 leituras)
3 áudios (119 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/04/14 06:14)