Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O MESTRE

Mesmo entre tantos presentes,
Sentia só minha a sua companhia.
E eu desfrutava dela, feliz,
Contemplando-o, inteiro enquanto podia.

Sua postura e movimentos assertivos,
Os olhos brilhantes dando as direções,
Conduziam os meus mais íntimos sentidos,
À uma atmosfera de múltiplas sensações.

Durante a apresentação das técnicas,
Percebia às vezes seus lábios orvalhar.
Um convite silencioso e insunuante,
Para matar minha sede de beijar.

Evitava, porém, aproximar-me dele,
Temia que algo em mim pudesse delatar,
As coisas que eu imaginava e sentia,
E que tinha receio de confessar.

Não resisti aos encantos do mestre,
E entreguei-me à platônica efusão:
O que era para ser carinho virou volúpia,
E o que era para ser amizade virou paixão.
ALESSANDRA RASPANTE
Enviado por ALESSANDRA RASPANTE em 16/10/2006
Reeditado em 16/03/2008
Código do texto: T265471

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ALESSANDRA RASPANTE
São Paulo - São Paulo - Brasil, 40 anos
49 textos (2537 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:33)
ALESSANDRA RASPANTE