Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0344 - Quando voltarmos

Quando estou só, não tenho alma,
solitário entre tantas,
falta-me emoção da tua boca,
o medo da pele não queimar,
a decepção quando o beijo for despedida.
 
Teu gosto atravessa minha alma,
sem tuas vestes, sem tuas dores,
de lado a lado, sou inteiro amante,
quero teus lábios no entremeio dos meus,
até que o fôlego falte na outra boca.
 
Voltei no tempo, há dias que não te vejo,
perco-me entre pensamentos, meus e teus,
sei onde estás, onde escondes o desejo,
para que faças o prazer aparecer nos poros...
eu, o teu homem, até que fiques, até que gozes.
 
Voltaremos quando a saudade apertar o peito,
temos muitas estradas à nossa frente,
quero-te destemida, não só quando faz amor,
quero-te certa do amor que me tens,
até quando o coração estourar de tanto amar!
 
23/06/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 21/06/2005
Código do texto: T26555
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116242 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 21:54)
Caio Lucas