Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O que falta, sobra!

Pingo, planta, pinto pegada miúda,
Aeroplanos em pânico com o vulcão,
Tropa passa a rua em revista,
Um punhado de escolhas pequenas,
Cara de tacho, farsantes disfarçados,
Cisca e voa como drogaria ambulante,
Vão cair pelas ruas como folhas mortas,
Sismos, sisal, novas ondas sifílicas,
Presas no pescoço, répteis sem couro,
Piezo-elétrico falhando na base seca,
Urubus caçando pombas de novo, fome,
Carrinho de sucata cruzando toda a city,
Cachorras no cio cortando dobrado a noz,
Fantasma do cão andaluz subindo a ladeira,
Pesca submarino de corneta & saxofone,
Outra pegada de macaco estampada na pedra,
Cobertas curtas para mentiras grandes,
Luz cortada com a conta paga, silêncios,
Tomaram muito, devolveram quase nada,
Olho de sangue carregando a barrigada,
Pedalou no vácuo da canção solitário,
Asas na imaginação descarada!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 16/10/2006
Reeditado em 17/10/2006
Código do texto: T265555
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120255 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:34)
Peixão