Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lado são, lado demente

Se eu fosse ser o que canto
Espanto
Parte múltipla
Panfletária
Pornográfica
A outra, santo
Se eu fosse ser o que planto
Semente
Um lado são
Outro demente
Planta
Uma parte sol
Outra que adentra
Raiz

Se eu fosse ser só obediente
viveria doente
Entretanto
Sigo avante
Por entre
Todos os cantos
Diverso
Todas as rimas
Limando
Todas as arestas
O que resta:
Pó/ poeira
Faço disto barro
barco/ viagem/ arte

Se eu fosse ser só o que me dão
Seria pouco
Resto
Margem
Entrementes
Me solto e conquisto
Risco o verbo medo do enredo
Reescrevo a palavra coragem
Todo dia
Com ela me armo e busco
Sustância
Substância/ meu alimento
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 16/10/2006
Reeditado em 16/10/2006
Código do texto: T265783

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32927 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:43)