Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo meu

"Lá em casa tem um anjo,
não desses de procissão,
nem tão pouco de fachada de igreja.
Não é triste como uns,
é alegre, sorridente e saltitante.
É feliz.

Não é anjo barroco,
também não é querubim,
nem desses da Renascença.
Não é o 'anjo-torto' do Poeta-maior.

Não é decaído,
nem é um Cupido disparando setas de amor,
mas é belo,
de beleza plácida, equilibrada, inebriante.

Iluminado que a todos ilumina,
cativante desde o início,
cachinhos de ouro,
olhos azuis numa pele clara.

Em pequeno, um verdadeiro 'ratinho encolhido'
chiando no colo materno da vovó.
Até que engatinhou,
logo depois andou,
hoje, exímio saltador do sofá da sala de visitas."



                                            Para Aldair...



               
Augusto de Sênior
Enviado por Augusto de Sênior em 16/10/2006
Reeditado em 21/07/2012
Código do texto: T266182
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto de Sênior
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 50 anos
140 textos (58542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:13)
Augusto de Sênior