Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vagas Horas!

Simulações, artifícios, imaginário,
Lendas pequenas, inversões & conversas,
Da pedra que se deixa para trás, rasa,
Quando o melhor da vida é desperdiçado,
Mal se acalma, outros dilemas emboloram,
Levanta a estima, não fale judiando,
Conceitos pré-concebidos na forma de receios,
Criva o senso, o tato, a vez & o sexo,
Ruge o Sol que corta a neblina em fachos,
Toda música tocada um lamento jazz,
Blues para uma sonata sendo lembrado,
A dor que afaga o peito na hora solitária,
Palco, encenações, sub-divisões em zero,
Versões inacabadas da mesma obra,
Outra pedra que calça meias & sapatos,
Escrevinhador que coleciona moedas,
Da mentira que faz a política da imagem,
Aquela mulher eu passa e me chama a atenção,
Não passa mais & o olho fica no vazio,
Outro sorriso quase vai desapercebido,
Como tudo que vai pelo pensamento,
Sem ao menos ser dito!

Peixão89
Peixão
Enviado por Peixão em 17/10/2006
Reeditado em 17/10/2006
Código do texto: T266313
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Peixão
Santo André - São Paulo - Brasil, 57 anos
3231 textos (120252 leituras)
1 e-livros (241 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:36)
Peixão