Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ilusões e Milhões

                           Ilusões e Milhões






Hoje hei-de secar o lagar das lágrimas
Porque o meu coração está triste.

Hoje partirei pelas sendas inexploradas
À procura das nascentes fictícias
Que abrilhantaram de fábulas
A minha infantil memória
E se tornaram adultas pontes movediças.

Hoje deixarei no hipotético bengaleiro
A estabilidade etiquetada e arrumada
Nas gavetas cronológicas das idades
E inseguro gatinharei por entre a escuridão das descobertas
Num bambolear de galeão cambaleando sobre as vagas
De um mar prenhe de insuspeitas novidades.

Hoje abrirei os punhos espartilhando o aço dos grilhões
Voarei alto ao abrigo da mira das maledicências
E suspirando pelo pouco que são as minhas ilusões
Tomarei consciência de quanto elas valem milhões.

 


Moisés Salgado
alestedoparaiso
Enviado por alestedoparaiso em 17/10/2006
Código do texto: T266844

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
alestedoparaiso
Portugal
209 textos (4174 leituras)
38 áudios (1068 audições)
2 e-livros (28 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:58)
alestedoparaiso