Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A beleza da noite enluarada


Debruço-me na noite
à contemplar as estrelas
e as brumas do tempo
que crescem ligeiras
na beira do rio,
tomando a floresta
que a circunda.

Fulgura no escuro
do azul celeste a lua,
envolta num semi-círculo
dourado.

A harmonia da natureza
transforma-se num poema
de espera pela doce
e meiga aurora do sol
que está para chegar
nas horas do tempo
do jardim dos encantados.

Do interior da noite
surge o canto das cigarras
e o pio da coruja
num galho ali perto.

A lua dá um bocejo
e a bruma, a névoa
aumenta e encobre
todo o vale e o sopé
da montanha.

Nada tão denso
que a luz do sol
não possa dissipar
no alvorecer
de um novo dia.
Maria
Enviado por Maria em 17/10/2006
Código do texto: T266989
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4551 textos (185973 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:12)
Maria

Site do Escritor