Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Folclore



A sereia da lagoa esverdeada
Emergiu numa tarde de setembro
Entre as primeiras horas do ocaso
Trazia no corpo escamas prateadas
Reflexos, que ainda hoje eu me lembro
Por estar a lagoa em nível raso!

Entoou sua mágica canção
Espalhando um mistério pelo ar
Impregnando este ar de melodia
Seu vulto era uma sedução
Atraindo para ela, o meu olhar
Que admirado, duvidava do que via!

Fiquei imóvel...enfeitiçado
Pelo fascínio de seu visual
E a magia que nela eu desfrutei
De repente eu estava embriagado
Perdi a noção do que é real
Então, neste momento...eu acordei!



Priscila de Loureiro Coelho
Priscila de Loureiro Coelho
Enviado por Priscila de Loureiro Coelho em 28/01/2005
Código do texto: T2670
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Priscila de Loureiro Coelho
Jacareí - São Paulo - Brasil, 65 anos
1286 textos (215216 leituras)
1 e-livros (148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:22)
Priscila de Loureiro Coelho