Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FRAGMENTOS

(...) " A Lua, que até ali permanecera calada, aproximou-se com passos de bailarina e voz de oceano, e me disse as seguintes palavras:
 
Eu sou Senhora do sangue sagrado.
a meretriz dos sucos vaginais.
sou aquela que encarna o pecado
e habita as grotas infernais.
Fui eu que te dei o desejo
que desenhei no teu corpo
todos os riscos do sexo.
Fui eu que te embalei nos braços
e disse a todas que eras mulher.
Sou eu que ainda te guio
nos descaminhos que inventaste.
Sou eu que sustento as violações
de um corpo que mutilaste.
Tu, que és parte de mim mesma,
esqueceste o lugar que te gerou.
Tomaste um rumo avesso e contrário
e renegaste quem te criou.
Mas tu és lua, mulher e loba,
e serás assim até o instante final.
Não serás ferida,
porque és cura.
Não será dor,
porque és prazer.
Não serás culpa,
porque és vida.
Não serás certeza,
porque és abismo!"

(Fragmento de texto retirado do livro: A panela de Afrodite - Márcia Frazão
Bruxa Onilda da Gália
Enviado por Bruxa Onilda da Gália em 18/10/2006
Código do texto: T267212

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o autor, o link para o site http://bruxa-onilda-da-galia.blogspot.com e a data de publicação original do texto). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Bruxa Onilda da Gália
Irlanda, 110 anos
31 textos (37359 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:56)
Bruxa Onilda da Gália