Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AGUARELA DE SONHOS

Soltei-me das amarras que me prendiam
Às utopias de uma vida sem rumo e sem tempo.
Libertei-me das fantasias doentias que me perseguiam,
Que emaranhavam minhas emoções, meus sentimentos
E atrofiavam meus labirínticos pensamentos.

No infinito... o eco grandioso da minha alma
Silenciou as dúvidas e os dilemas.
A Lua arredou as cortinas de seda
E eu vislumbrei o sorriso meigo e calmo  das estrelas
Iluminarem com poemas o meu suave firmamento.

Sonhos vazios, sem cor que findaram...
Sonhos vivos e coloridos que querem começar...
Agora sou a Rainha da Noite, do Universo...
E pintarei o horizonte de sonhos com o meu olhar
De cores azuis e serenas...aguarela de mil versos.

Depois, a sinfonia festiva das estrelas
Entoará a minha secreta e doce melodia.
Com êxtase e muita alegria, 
Eu abraçarei o terno e saudoso luar
E só então, eu poderei recomeçar a sonhar!
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 22/06/2005
Reeditado em 27/06/2005
Código do texto: T26782

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:55)
Fanny Estrela