Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AH...SAUDADE!

Hoje...agora...eu e esta saudade em mim!...
Não sei como ela chegou...
simplesmente entrou assim...
de mansinho e melodias de ti entoou,
canções guardadas nas partituras das lembranças.
 
Meu coração inquieto...não sei se sorriu...se chorou...
Não sei se foi sensação de vazio...se de plenitude
sei que meu olhar se perdeu no tempo
Vagueou pelos corredores da memória
deixou-se levar pelos abraços de infinito
carinhos de seda a tocar minha alma...
a relembrar a nossa história.
 
Ah! saudade, por que chegaste assim?
Sei que me sussurras memórias encantadas,
sei que  acendes as estrelas sorridentes de cristal...
que eu tinha apagado...
Iluminas o meu céu com a luz da esperança...
Derramas pétalas de amor em meu jardim
e eu colho seus brilhos coloridos... perfumados...
 
Ouço harpas sem fim, harpejos e compassos,
entre acordes de sonhos sem fim...
Minha alma deslumbrada...apaixonada ganha asas...
voa pelo horizonte dos teus pensamentos
Talvez te encontre em alguma nuvem de ternura...
Talvez os beijos da lua me devolvam o teu sorriso.
 
Ah saudade...saudade? E agora?!
Deixaste em mim uma lágrima teimosa...
orvalho de cetim perfumado das auroras silenciosas
em que me escondo de mim...até à eternidade.
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 22/06/2005
Código do texto: T26783

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:25)
Fanny Estrela