Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

03/11

leio e releio enigmas que a vida me apresenta
costurados no sentir, em frases proferidas
como dardos que atingem o vazio de minha alma
a desassossegar a calma, venenos proliferam

a carne supurada, retalhada de desejos
num contido apelo anseia com força e esperança
apenas a segurança de viver com certo zelo
somente o findar da tempestade, a bonança...

Pastorelli/Anderson
Pastorelli
Enviado por Pastorelli em 18/10/2006
Código do texto: T267855
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Pastorelli
São Paulo - São Paulo - Brasil
297 textos (7827 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:11)
Pastorelli