Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ANOITECEU EM MIM

Anoiteceu em mim...

Percorro madrugadas cinzentas
sem lua...noites nuas
sem os brilhos de cristal sorridentes
que iluminavam o horizonte
do meu olhar feito poesia.

Onde estarão as melodias
que o arco-íris entoava
no infinito do meu sentir?
Agora...escuto somente
as canções das lágrimas
derramadas na minha solidão!

Procuro a beleza das minhas
manhãs perdidas...
mas vislumbro somente tristeza...
caminhos de silêncio... de agonia.
Minha alma fria...sem alegria...
sem vida!

Onde estarão as emoções
que afagavam o meu coração?
Em que nuvem de desilusão
de mim se apartaram?
Tento voar...mas em vão!
As minhas asas estão feridas!
Tento apagar a escuridão
com o sol da esperança
mas os dias tornam-se ainda
mais escuros e sombrios
e as chuvas de Inverno
não cessam de cair
nos labirintos da minha alma
inundados de mágoas
onde nada me acalma.

Naufraguei nas ondas da ilusão
e não sei onde me encontrar.
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 22/06/2005
Código do texto: T26791

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:02)
Fanny Estrela