Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Engano, Parceira

Parceira,
foi engano,
você achou a noite
e eu busquei o sol.

E os dois foram
para a vaga do engano,
nem sim,nem não,
parceira,
tudo foi meio desespero.

Foi buscar a pérola
e enfeitou,com orvalho,
os dois sonhos.

Agora que você parte
acho que foi tudo
engano.

Nem rezas, nem
pequenos milagres,
trazem você agora
de volta.

Engano parceira,
você foi pra dentro
da noite
e eu flutuo
na terra-vesga,
como resma dançante
a procura de uma
estrela
que se pareca
com você.

Desculpe, parceira,
agora foi engano,
levaram você
e me deixaram
com uma reza
mal resolvida.

Desculpe,parceira,
agora foi engano,
1900 não dá mais
voltas,
e você nem das
sombras
retorna.

Desculpe,parceira,
foi telefone de engano.

Agora, espero notícias
na primeira esquina,
ao lado da avenida,
na rua sem nome,
próximo ao chafariz
de pedra,
junto aos bondes,
e que você apareça
vestida de Mary Quant.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 19/10/2006
Código do texto: T268016
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26782 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:59)
José Kappel