Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

12 de março

ao mano véio Sérgio Ramos


Faça tuas datas, miserável alma,
E que o sangue de tua chaga esquente,
E que teu ódio pela sorte aumente
Teus rancores pela vida e pelo karma.

Não quero mal à tua putrefata calma
Nem ao teu túmulo lançarei semente,
Pois te quero ao meu rancor inerente
Para sofrer a mesma dor que me apunhala.

És reato de nossa remanchada pena,
E teremos de assistir à cena
De nosso túmulo envolto em tal sudário.

Tua alva muralha é aluzente
À ameaça que este poeta sente
Quando te almeja um feliz aniversário...
Antonio Antunes
Enviado por Antonio Antunes em 19/10/2006
Código do texto: T268419
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Antunes
Reino Unido, 41 anos
41 textos (868 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:04)
Antonio Antunes