Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ECOS DE SILÊNCIO

*Fanny*
 
A Razão levou o Sol da tua presença,
E, na penumbra dos meus malogrados dias,
Ficaram estas nuvens de saudade, de melancolia
E o vazio frio na inquietude do meu sentir,
Tela de veludo sem cores, sem alegrias!
 
Ausência de minh' alma!
Tornaste meus dias cinzentos,amargurados,
Adormecidos em lágrimas de agonias!
E para morar em mim, chamaste a solidão
Que abraça o meu sofrer de caladas emoções.
 
Solto em vão meus fragmentos de voz,
Sofridos pedaços de pensamentos,
Minhas pálidas súplicas...congeladas no tempo.
 
Dói-me a esperança sem voz e sem rosto
Que tudo vê, nada acalma e nada diz!
Arrepios de saudade em mim,
Teu nome tatuado no meu peito...
Névoas de ti, que eu não alcanço,
Caminhos trilhados de múltiplos desencontros
Vida sem gosto, desespero sem fim!

Ecos de silêncio murmuram ao vento...
E eu, em preces, olho o obscuro firmamento,
Esperando que as estrelas da tua presença
Brilhem de novo no céu do meu olhar
E reacendam o Sol dentro de mim!
Fanny Estrela
Enviado por Fanny Estrela em 22/06/2005
Código do texto: T26861

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fanny Estrela
Portugal
230 textos (6828 leituras)
1 e-livros (100 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:26)
Fanny Estrela