Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCAÇÃO

Risco um traço
E espero que minh’alma o veja.

Se ela vê letra, logo me fala uma palavra;
Se ela vê forma, eu mergulho por onde não sei;

Se preto e branco, o mundo vai pelo Cosmos
E pelas almas humanas de toscos cinzéis e pincéis
Que guiaram as sensíveis almas ancestrais
Por falésias e pedras, em cavernas lares,
Em reuniões imemoriais de lições de afrescos,
Quando nem deuses e templos existiam;

Se cores são o que vê, brota a vida em verde e amarelo
Como se a geração espontânea cobrisse tudo,
Igual a aragem úmida sobre as terras e pedras da serra do mar...
E voa a minha alma com as mãos emprestadas
Aos mesmos sentimentos que guiaram meus ancestrais
Para gravar a vida que existe ou existirá.
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 19/10/2006
Código do texto: T268643

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 58 anos
246 textos (31056 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:14)
Chico Steffanello