Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração de Poeta

Toma o aço, a espada
Doma minha carne
Faça da sua arte
Minha última morada

Ó guerreira de Atenas
Mata-me por Helena
Por honra e obediencia
E por justiça condena

Tente e tente mais uma vez
Meu coração levar
Somente para você
Pois isso, ninguém fez

Tente arancar-me do peito
Terei prazer em ver
O meu sangue, minha alma
Mas toda noite, estou no teu leito

Fure-me os olhos, me corte
Assim eu verei a sua carne
E serei seu banquete
E vais sentir meu cheiro forte

A cada dia que me matar
Terei prazer em voltar sofrendo
Mais em você que em mim
Eu em cima do seu altar

Pise nas minhas mãos
Até que quebre meus ossos
Para eu pegar-te denovo
Teus braços, meus ainda são!

Tenta me esquecer depressa
Foge de mim e não retornes mais
Assim quando voltar vai querer mais
E dessa vez será você a minha presa
mactire
Enviado por mactire em 20/10/2006
Código do texto: T268729
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
mactire
Campinas - São Paulo - Brasil, 33 anos
23 textos (775 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:36)
mactire