Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dono Sem Vai

na rua camarindo,
onda morava, virei
sol para uns,
lua para outros.
 
mas sempre
carregando uma mensagem:

morre enquanto é tempo
senão o mundo não vai acabar,
num arranjo especial,
e tocando sempre a falsa do
desespero
prá você dançar!

não sou dono do vai,
senão pedia:
 
faz de mim uma
ilha passada,
um pão sem gosto,
e me leve prá sempre
prá terra ondem dorme
meu pai.
José Kappel
Enviado por José Kappel em 20/10/2006
Código do texto: T268834
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Kappel
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil
2147 textos (26787 leituras)
1 e-livros (125 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:13)
José Kappel