Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem razão para existir


A voz que se cala,
parece que me fala
para ir embora daqui,
fugir para sempre,
para tão longe
que nunca mais alguém
possa sequer ouvir
falar em mim.

Deixar morrer essa mulher
que nasceu ontem,
ainda tão jovem
e sem ter conseguido
sequer experimentar
o que a vida pudesse
ter para lhe oferecer.

Deixar naufragar
os sonhos de sol e de lua,
juntos em um só firmamento,
mesmo distantes,
mas com o coração
e o espírito entrelaçados
para sempre no espaço
que rege a vida
entre o céu e a terra.

Deixar morrer
os sentimentos mais nobres,
mais ternos e mais intensos
que nasceram
dentro do coração
de menina-mulher.

Não há mais porque viver.
Se ao entregar amor,
entrego solidão,
não há mais razão
para existir.
Maria
Enviado por Maria em 20/10/2006
Código do texto: T268942
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria
Blumenau - Santa Catarina - Brasil
4553 textos (186017 leituras)
1 e-livros (103 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 09:44)
Maria

Site do Escritor