Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sextilhas

Quer entender a saudade
Pegue dum poeta a caneta
Pode ser de qualquer cor
Vermelha, azul ou a preta
O segredo estar guardado
No canto que guarda a letra
-----------------------------------------
Sou eu do sino o badalo
Do palhaço a alegria
Da vida eu sou a vitória
E do poeta a poesia
Do amor eu sou o encontro,
O surgimento, eu sou a cria
------------------------------------------
Quer saber o que é amor
Faça do jeito que eu fiz
Levante na madrugada
Faça uma prece que diz
Se for pra viver sem ela
Prefiro morrer feliz.

Galdêncio Neto

Poeta Galdencio Neto
Enviado por Poeta Galdencio Neto em 27/12/2010
Código do texto: T2694449

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeta Galdencio Neto
Sertânia - Pernambuco - Brasil, 41 anos
47 textos (4194 leituras)
9 áudios (431 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/17 13:35)
Poeta Galdencio Neto