Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

sábado inóspito

desabitado do teu amor

me oblitero

obtenho de mim o feedback

que a dor almeja

e velejo horizontes sem teus olhos


não há bandeide que remende


a busca vadia dos cães singra a noite

saco um sorriso

e sangro,

ninguém me vendo
aluísio de paula
Enviado por aluísio de paula em 23/06/2005
Reeditado em 04/08/2016
Código do texto: T27046
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Citar autor e link para o original. Link para www.recantodasletras.com.br/autores/olhodalua). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
aluísio de paula
Curitiba - Paraná - Brasil, 43 anos
700 textos (50951 leituras)
8 áudios (1116 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:41)
aluísio de paula