Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Lágrimas no mar salgado

O pásaro que ali voava
um dia desses caiu ao mar;
triste em saber que nada inda o amava
o solitário foi se afogar.

A água, inconsolada,
decidiu com as lágrimas se salgar
para que a ave, que se afogava,
não a esquecessem nas saudades desse mar.

E hoje mesmo ali se escuta
nas profundezas ao luar
o canto lírico que se transmuta
em pio o choro, largo a saudar.
Vitor Barros
Enviado por Vitor Barros em 23/06/2005
Código do texto: T27071
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vitor Barros
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 29 anos
26 textos (1396 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:32)
Vitor Barros