Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entrelinhas

Na insensatez dos conceitos
emergem desejos.
Quebra-se o elo:
desequilibra-se o universo.

A expectativa antessonha auroras
neste querer maior
de peles de veludo unidas
no desenho de nós mesmos.

Na hora cálida da tarde
atiçam-se todas as luzes!...
Um pouco de mim, de ti, de nós
e a explosão de todos os sentidos.

Cada espaço traz a medida certa
...um oceano cresce entre nossas vidas
e nesta separação entre desenganos
descubro-me atônita!

Olhos ao longe (tão longínqua distância!...)
Sou voz perdida, sou desterro
sou muito menos agora
que as entrelinhas deste poema...
lilu
Enviado por lilu em 22/10/2006
Reeditado em 07/04/2008
Código do texto: T270796
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
lilu
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil
889 textos (326484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 01:59)
lilu