Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COVARDIA

Em silêncio me escondo no quarto.
Não tolero o barulho da rua:
as buzinas... o povão... as mãos nuas
dos mendigos coçando as feridas
a clamarem por cama e comida,
que não quero ou não posso pagar-lhes.

Tenho medo da sanha que impele
essa gente que empurra, que fere,
e que faz do ingênuo operário
um feitor, um mesquinho usurário
que exorbita, que brada, que grita,
como fosse o Senhor do seu Mestre.

Não! Eu não quero misturar-me
à gentalha - sou covarde.

Toca a marcha insana História:
não terei galardões "in memorian".
HLuna
Enviado por HLuna em 23/10/2006
Código do texto: T271140
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (http://recantodasletras.uol.com.br/autores/helenaluna). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HLuna
Fortaleza - Ceará - Brasil
9346 textos (235695 leituras)
15 e-livros (905 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:10)
HLuna