Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor silencioso

Sou muda prece
a rogar um pouco mais de ti
deste teu olhar que enternece,
e, que jamais vi...
Sou a crença que não fenece
mesmo que não estejas aqui...

Ainda que sonho,
ou, talvez, diga minha razão
mais alto que o meu coração,
um simples malogro,
faço perpetua esta minha intenção...

Ah! malvada vida,
que faz de curvas meu caminho
para que me perca sem saída,
recaindo em teu carinho
como se fora redemoinho;

Talvez, apenas um jogo
que nem sei se joguei
ou, se perdi...
morro ardendo neste fogo,
que eu mesma acendi...

És como o doce licor
que embriaga com doce sabor,
ou,o vinho tinto
ou absinto,
que prega peças, como no amor,
vicia sem pudor
depois,  larga em labirinto
e, dor...


Lara
Enviado por Lara em 24/10/2006
Código do texto: T271964
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lara
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 61 anos
113 textos (9672 leituras)
3 e-livros (253 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 06:41)
Lara