Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FALANDO SÉRIO

Sinceramente vou falar,
rabisco sem rima, ela está inserida,
 conversa ao pé do ouvido.
Aqui falei como tudo começou,
falei de Uma estrela no ar,
do Ar que respiro,
falei do Telão da vida
Como num passe de mágica,
falei que vou Vivendo e Amando,
mostrei a Tatuagem no meu coração,
apontei os Sinais,
disse do Sentido da vida
e de um Sonho de verão,
aqui falei mais ainda,
contei meus receios, medos, segredos,
quis fazer um Tratado,
vivenciei a Crise de viver Por um triz,
expliquei o ser Antagônico,
Sorumbático
gritei Revolta,
perdi sono, tive Insônia
perguntei Por que tem que ser assim?
mostrei meu Calvário,
levantei Poeira na estrada da vida,
até Samba de enredo fiz,
meu amor não é platônico
Expus-me dizendo
Quando a emoção superou
O limite da razão
pra dizer eu te amo,
porém havia dito que não diria que te amo,
contei minha Angústia,
falei da Perda,
tomei um Porre de vida,
fiz Poesia da poesia,
aqui pedi sua Volta
fiz “discurso” de candidato
candidato ao amor,
falei do Nosso Momento.
Sinceramente
Falei o que sou
Só falta ficar nu
para me Recriar,
porque a alma já desnudei,
se tudo isso fiz
certo ou errado,
com alegria ou amargura,
foi porque verdadeiramente
você é a mulher da minha vida.

25/10/06
ANDRADE JORGE
ANDRADE JORGE
Enviado por ANDRADE JORGE em 25/10/2006
Código do texto: T273193

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ANDRADE JORGE
Jundiaí - São Paulo - Brasil
1027 textos (89993 leituras)
26 áudios (1819 audições)
2 e-livros (330 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:29)
ANDRADE JORGE