Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amarras

Num quarto de paredes vagas
Estava você à espera do meu atraso.

Em uma luz tênue, oferecia-me teu olhar,
Umedecendo teus lábios famintos
Ao saborear o corpo meu em pensamentos.

Percorremos cantos, meios.
Sempre seguindo seus passos.
Sempre te encontrando e me perdendo.

Teu cheiro agora está no meu suor.
Tuas lágrimas salgam-me a boca
Deslizando pelo meu peito e morrendo em mim.

Minhas mãos fundem-se ao corpo teu
Por entre roupas ao chão
E ofegantes movimentos.

O beijo quase parado, mudo
Pára o tempo e a vida.
Que se esvai e renasce.

Como num sonho de imagens a esmaecer...
E de vida a despertar...
Alex Dumal
Enviado por Alex Dumal em 26/10/2006
Reeditado em 12/09/2008
Código do texto: T273962

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alex Dumal
Guara I - Distrito Federal - Brasil, 38 anos
43 textos (1460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:24)
Alex Dumal