Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANÇÃO MULTICOLORIDA

Quando eu morrer
E estiver, no meio da sala
Não quero aqueles metais
Em forma de cruz...
Nem nada eu vier
Dar contraste com que fui em vida
Basta o formato exótico do caixão
Para tirar arte e vida.
Se possível, deixem o violão
Na mão de quem quiser cantar
Aquela linda canção
Multicolorida.
Peço a vocês que não fiquem triste
O destino também os levará
De uma forma ou de outra
A gente ainda se encontra.
Paulo Tabatinga
Enviado por Paulo Tabatinga em 27/10/2006
Código do texto: T274830
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Paulo Tabatinga
Teresina - Piauí - Brasil, 56 anos
76 textos (933 leituras)
1 e-livros (25 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:36)
Paulo Tabatinga