Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Polifonia


Versejo versos,
vernáculos obscuros
do meu ser.

Poetizo o guiso
da serpente
enrolada em sonhos,
encantada.

Poetifico minha triste
poética
ao luar da alma poente.

Polinizo todo o pólen
dos verbos inconstantes
e apaixonados.

Polarizo a atenção
dos anjos,
num sorriso alado.

Poema policêntrico,
rodopia em si mesmo,
desafina em harmonia,
faz-se polifonia...
SueliFajardo
Enviado por SueliFajardo em 27/10/2006
Código do texto: T274837

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SueliFajardo
Jandaia do Sul - Paraná - Brasil
942 textos (29991 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:06)
SueliFajardo