Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paisagem

Na paisagem de minha mente,
Abrem-se flores coloridas,
Que às vezes a esperança sente.
Enamorando a própria vida

A paisagem de minha mente
Vai rasgando o túnel do tempo
Atravessa rios e pântanos
Enfrenta animais peçonhentos
E ouve do “Yapuru” o canto.

Na paisagem da minha mente,
Planto flores para todo o mundo
Desejo que jamais lamente
Por um amor mais profundo.

Encontro-me apaixonado
Desafiando a própria sorte
No canteiro rosa espalho
Para o amor dar suporte.

Na paisagem da minha mente
Bebo o mel da lembrança
Sinto o que o vento sente
Muito amor e esperança.

Conto estrelas como criança
Em noites claras de verão
Ouço o som e caio na dança
Para acarinhar coração.

Na paisagem da minha mente,
Não há buracos negros
Escrevo e falando de gente
Sem tirar paz ou sossego.

Faço versos desarrimados
Sem querer alcançar o céu
Não quero o tudo ou nada
Do amor que vem ao léu

Na paisagem da minha mente,
O tempo não é outrora
Tem flores, tem semente...
Amor que semeei agora.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 27/10/2006
Código do texto: T275155
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79564 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:46)
R J Cardoso