Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coração do Mundo

Estou bem no coração do mundo, sinto seu sangue circulando em mim...
Não é líquido, nem translúcido. Palpável como areia de ribeirinha.
Areia fria que corre nas minhas veias
Sinto cheiro de asfalto, de tijolo. De muro concreto...
Transformou-se  meu líquido quente, que umedecia a tua boca, já não passa de pedra...
Pedra que jamais chegou a ser qualquer flor...
Tudo armação de quem apenas precisava voar.
Mas varei céus e fui muito além do limite.
Foi no momento da trovoada... Aproveitei e me vesti.
Andava tão nua...
Benditos raios, atingiram em cheio meu coração de ar!
Consegui, enfim, fazer uma dança no topo do mundo...
Delirar!
Virei bailarina...
Cheia de purpurina a bailar!
No alto...
No céu a rolar, rodar, rolar...

Fevereiro/2005
Verônica Aroucha
Enviado por Verônica Aroucha em 25/06/2005
Código do texto: T27583

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Verônica Aroucha
Recife - Pernambuco - Brasil
122 textos (7752 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 11:59)
Verônica Aroucha