Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COEFICIENTE

Um hoje tão evidente...

 ...O dia escandalosamente
guarda em si tudo e nada!
Há muita dor confinada
na vida que passa assustada
no espaço redondo do dia
e a gente sem saber de nada
do que o querer desafia.
Existe um existir com pressa
um outro bem devagar
que em vida igual, tropeça.

................................................

Do jeito que estou cansada,
o perto é só lonjura
minha vida, acidente
destino, norte sem cura.
Em torno, o meio ambiente
nas não o equivalente
nas contas a descontar,
encontros a desafiar,
desencontros, desfiar
nas contas a desabar

A contenção denuncia
desejo que asfixia.
Um hoje tão evidente,
mas não há coeficiente
entre a paz e a guerra
entre o choque e fio terra
entre a dor e a paixão
taquicardia e razão

Não encontro o resultado.
O coeficiente acertado
depois da vírgula exposto
bem pouco  explicitado
Após o zero, aposto.
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 25/06/2005
Reeditado em 16/11/2005
Código do texto: T27586
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (11440 leituras)
1 e-livros (126 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:10)
Elane Tomich

Site do Escritor