Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Repensando e Repasssando...


Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br




Quando havia algum qüiproquó entre mim e meu marido,
Porque amor não é só beijar e abraçar,
Amor é também ajuda mútua e suportar as fraquezas um do outro,
Com sua sabedoria inata e aprendida nos terrenos e nos terreiros da vida,
Dona Iracema via e ressentia-se...
Não tomava partido.
Presenciava tudo, do seu canto, na cozinha,
Calada.
Depois, comigo sozinha, só nós duas,
Amiudava os olhos, de brilho intenso em seu querido rosto negro,
E esclarecia, ou revelava-me coisas do mundo abstrato e invisìvel,
Confortando-me:

— “O Doutor gosta da senhora.
As escoras dele é que não gostam.”

Traduzindo – “escora”, aqui, quer dizer “encosto”.
Eu não entendia!...
Eu não via escora nenhuma!
Seriam pessoas distantes, interessadas nele, desejando nossa separação?...
E se fosse isso, que pessoas seriam essas?
Será que ele era tão desejado assim?
Ou os interesses contrariados eram em relação a mim?
Nada disso me parecia possível ou pelo menos plausível de ser assim...
Por que não nos deixavam em paz?

Era muito Graças a Deus que eu não enxergava as escoras!...
Deviam ser horrorosas, essas formas de energia!!!...

Eu colocava tudo era na conta dele mesmo!
Mas relevava
E perdoava-o.
As “escoras” deviam ficar morrendo de raiva do meu perdão!
Com o perdão, o amor, quase morrendo, renascia!

Não foi à toa que fomos evangelizados.
Praticávamos, nós dois, cada um por seu turno,
O duro exercício do perdão.
O amor vencia!

As “escoras” deviam sair, com licença da palavra, com o rabo entre as pernas,
Atrás de reforço habilidoso e furioso
Para conseguir nossa agonia...
Elas retornavam.
Voltavam, sim,
Porque aqui ainda não é o céu!
Aqui é o combate para ganharmos o céu, ou a paz,
Ou a felicidade estável,
Ou a harmonia...

Ah, não se pode brincar com as coisas eternas!
E o amor é eterno!

Onde estão as “escoras” que desmancham casamentos?
— Estão procurando e encontrando o vil serviço,
Agindo no escuro,
Nas trevas,
Na sombra!...
Atacando outras freguesias...
Estão caprichando nas ciladas e armadilhas
Pra perder as almas,
Pra desequilibrar ambientes e
Perturbar abençoados sossegos!...

Gente avisada é meia defesa andada.

Fui avisada.
Agradeço.
A luz é um Bem
E eu mereço,
Todos merecemos!!!...
Hoje, estou repensando o passado.
Estou até repassando...

-----------------------------------------------------------

"Se Deus é por nós, quem será contra nós?"
(São Paulo)

-----------------------------------------------------------

"Há mais coisas entre o céu e a terra do que possa supor a vossa vã filosofia."
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 28/10/2006
Código do texto: T276030
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (34688 leituras)
6 áudios (364 audições)
12 e-livros (692 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 12:52)
Euna Britto de Oliveira