Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CRENÇA

Minhas noites são indormidas, muito longas.
Absorvo-me em devaneio, sonho acordado,
escuto até o barulho do silêncio, as milongas,
saio do momento, do presente, volto ao passado.

Procuro (será?) substantivar os meus devaneios,
dando-lhes forma, transformá-los numa realidade,
mas, por mais que anseie, não encontro os meios
de fazer dessas quimeras algo que fosse verdade.

Assim estou a sobreviver, só não sei se estou a viver
(mas entre viver e sobreviver há aparente diferença?)
Há, sim, só não sei no momento, na verdade lhe dizer.

Mas, como o tema é palpitante,  deixo a minha crença:
não hesite. Se quiser dar vida à vida, portanto viver,
ame com lealdade para ser amado de verdade e vença
levy pereira de menezes
Enviado por levy pereira de menezes em 28/10/2006
Reeditado em 31/07/2007
Código do texto: T276237
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
levy pereira de menezes
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 82 anos
143 textos (7429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:13)