Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VEM, AMOR

VEM QUE EU TE ESPERO;
TE ESPERO PORQUE TE QUERO;
TE QUERO PARA TE AMAR;
TE AMAR E CONTIGO ME CASAR.
QUERO CONTIGO IR P’RO ALTAR
E NA PRESENÇA DE CONVIDADOS,
PADRE E SACRISTÃO PARAMENTADOS,
O SACERDOTE DIZER P’RO BRASIL:
“O QUE DEUS UNIU”
(VOZ FIRME E MUITO CLARA)
“O HOMEM NÃO SEPARA”.
VAMOS UNIR NOSSOS TRAPOS,
POIS SOMOS FORTES E GUAPOS,
E CONSTRUIREMOS NOSSO NINHO,
EM ALGUM LUGAR, NUM CANTINHO.
A VINDA DOS FILHOS PLANEJAR
PARA ENCHEREM O NOSSO LAR
PARA ALEGRIA E ENCANTAMENTO
NOSSO E JUSTIFICAR O CASAMENTO.
VEM, AMOR, A PORTA ESTÁ ABERTA,
E UMA COISA É MUITO CERTA:
MEUS BRAÇOS, ABERTOS TAMBÉM,
(E QUE FORÇAS ELES TÊM!)
SE VIEREM A FECHAR-SE
SERÁ PARA ABRAÇAR-TE.
levy pereira de menezes
Enviado por levy pereira de menezes em 28/10/2006
Código do texto: T276238
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
levy pereira de menezes
Vitória - Espírito Santo - Brasil, 82 anos
143 textos (7429 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:28)