Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O fruto do girassol

Quem se aventurou reprimir o fruto do girassol
Amadurecido ocultou-o sob o manto da terra esquecida,
Acoimada pelo calor do sol ardente e impiedoso
Agora deverá estar vivo, logo não sentirá a dor
No isolamento do ceticismo?

Inclino de joelho e permito que o pranto
Role, fartamente, sobre a terra informe
Que o contrafaz. Ah, que maravilha seria
Se meu pranto alagasse esse chão
E fertilizasse a semente da esperança
Carente de renovação! A progênie marca do chão.
Onde formiga a brutalidade e o horror
Que aterrorizam vida e emoção.

Precisa-se de esperança todo este mundo,
Como fonte de energia e alento
Mostrando-lhe a decadência do amor.

Abrem-se horizontes clarificados de folia
A semente nasceu e vai crescer,
Por Deus abençoada todos os dias!
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 29/10/2006
Reeditado em 29/10/2006
Código do texto: T276382
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3129 textos (79575 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 16:44)
R J Cardoso