Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TEMPORAL DE ILUSÕES

Lágrimas: vão escorrendo dos olhos meus,
Como folhas secas, rolando pelo chão,
No peito um vazio do teu adeus,
Fomentando calafrios de solidão.

Os sentimentos foram desfeitos aos pedaços,
Como bagaços foram entregues ao lixão,
E aquele peito que parecia ser de aço,
Sente cansaço e abatido cai no chão.

Meus versos foram varridos pelo vento,
E ao relento, se perderam na escuridão,
Ouço apenas, seus gritos e lamentos,
Sofrimentos advindos de um coração.

Vou recolhendo retalhos de minha memória,
Sigo a trajetória, duma luz que não se apagou,
Vou recolocando os alicerces de uma história,
Que em meio ao temporal de ilusões desabou.

Clara Strapazzon
Enviado por Clara Strapazzon em 29/10/2006
Reeditado em 25/04/2010
Código do texto: T276600

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Clara Strapazzon
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
228 textos (29595 leituras)
9 áudios (1145 audições)
1 e-livros (36 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:06)
Clara Strapazzon