Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Carrilhão

Não é tempo
de avançar
nem de recuar...
E mesmo que a ilusão
seja tão linda
e tentadora,
afasto o brinde
que seria, neste
preciso instante,
a morte da alma.
Em volta de mim
toda vida clama
e o verso de amor
ainda ressoa,
deixando ecos...
tão perturbadores...
Quero erguer a taça
de minha vida
e brindar a festa...
compartilhar sentimentos.
No entanto, um meio-sorriso
ainda permanece
suspenso no tempo,
refletido na taça
de cristal.
E, na sala,
o carrilhão
do antigo e brilhante
relógio detem-se.
Confirmando que ainda
não é tempo
de prosseguir...
ou de regressar.

Janeiro/2005
Mareluz
Enviado por Mareluz em 29/10/2006
Código do texto: T276808
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mareluz
São José dos Campos - São Paulo - Brasil
679 textos (19404 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 20:00)