Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cúmplices

Não tenho um relógio no peito
nem posso aprisionar o sentimento
quando o coração acelerado
quer revelar meus segredos.
Sozinha,
procuro separar os barbantes
que conduzem minha vida
porém, tudo permanece no passado
feito histórias infantis.
Consolo esta ansiedade
com um sopro de nostalgia
- quem dera fosse novamente tua!
Aprisionada
no desesperado toque das mãos
busco no espelho da sala
teu reflexo,
como se fosses quadro,
flores ou velas.
E, livres são meus pensamentos ao acaso
e minhas palavras
sussurradas ao vento
quando o desejo aumenta
e a noite se esconde
debaixo de nossas culpas.


Cristina Oliveira
Enviado por Cristina Oliveira em 30/10/2006
Código do texto: T277111
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cristina Oliveira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cristina Oliveira
São Vicente - São Paulo - Brasil, 53 anos
81 textos (3242 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:07)
Cristina Oliveira