Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por trás desse universo de aparências
Das palavras todas que ao vento se vão
Há aquelas que serão preservadas na excelência
E outras, que delas não há conformação.

Amo a palavra que me falta
A palavra que marca, a que cicatriza.
Preciso da palavra que viabiliza
E de tudo que imortaliza

Por amar demais as tuas mãos
Já não sei o que fazer com as minhas
Na ausência recorro ao amor em essência
Na presença fico nas entrelinhas.

Amo o que sempre se repete
Sem jamais ser igual
É alma para outra alma
Numa sintonia ancestral.

Por isso te amo mais que o silêncio
Nos momentos difíceis
Quando o próprio amor vacila
À Luz deste poema um poeta sonha

Mas a inspiração vem por outros canais
E nada disso tem sentido algum
Por que a maior verdade da poesia
É ter a maestria

De tornar real uma fantasia
A vida, como pantomima
Quando quase desanima
Um pequeno gesto, reescreve a história.
Márcia Beatriz Prema
Enviado por Márcia Beatriz Prema em 30/10/2006
Reeditado em 30/10/2006
Código do texto: T277150

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Márcia Beatriz Prema
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
83 textos (11202 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:14)
Márcia Beatriz Prema