Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poeta

Todos a sua volta
Em suas casas
Em suas cidades
Em seus estados
Em seus países

Esses leitores ávidos
Qua a gente sabe
Não existem
Sempre exigindo
A beleza, a beleza

Cobram tanto deste
Que no máximo
Pode ser sincero e
De vez em quando
Pegar a caneta

Com gesto simples
Quase inconsciente
Riscar um x
no mapa-mundi
(Ainda em branco)

Sinalizando assim
O lugar exato
Onde uma ilha
Pesada de tesouros
Submergiu.

wilson guanais
Enviado por wilson guanais em 30/10/2006
Código do texto: T277639
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
wilson guanais
São Paulo - São Paulo - Brasil, 44 anos
104 textos (3899 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:49)
wilson guanais